Estado do Rio Atrações

    Escola de Belas Artes, Região Metropolitana

  Av. Ipê, 550 7º andar - Cidade Universitária - Rio de Janeiro, RJ            
O Decreto de 12/08/1816 criando a Escola Real de Ciências, Artes e Ofícios implantou no Brasil a educação artística em caráter oficial. Em 05/11/1826 configurou-se a instalação definitiva da Academia Imperial das Belas Artes - como ficou conhecida a Escola Real - instituindo-se um sistema de ensino artístico que iria moldar de forma singular o desenvolvimento da arte brasileira. A partir de 08/11/1890, a antiga Academia Imperial foi transformada na Escola Nacional de Belas Antes. Em 1965 passou a se chamar Escola de Belas Artes incorporando-se a Universidade Federal do Rio de Janeiro.
    Orquestra Sinfônica Brasileira, Região Metropolitana
  Av. Rio Branco, 135 salas 915 a 920 - Centro - Rio de Janeiro, RJ            
<iframe id='palyer2' width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/iUkcdIkGMsc" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe id='palyer2'>
As grandes cidades do mundo têm uma grande orquestra. Com o Rio de Janeiro não podia ser diferente. A Orquestra Sinfônica Brasileira, com seus 63 anos de atividade ininterrupta é a marca do Brasil e da nossa cidade. Em 2008, uma nova sede de 87 mil m2 na Barra da Tijuca, uma antiga aspiração da Instituição, abrigará a OSB e receberá o nome de Cidade da Música Roberto Marinho, o mais ousado projeto em torno da música sendo construído no país. Realização da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, o projeto conta com a parceria da Fundação Roberto Marinho e é assinado pelo francês Christian de Portzamparc, autor da aclamada Cite de la Musique, de Paris. Roberto Minczuk, é o diretor artístico e regente titular da OSB e da Filarmônica de Calgary. Já regeu as Filarmônicas de Nova York, Los Angeles, Israel e Roterdam; as orquestras da Filadélfia, Nacional da França, National Simphony e Minnesota, Atlanta, Baltimore, Houston, entre outras. Na Europa regeu as Filarmônica de Londres, Hoslo, Hallé, Nacional de Lyon e Royal National Scottish.
    Planetário, Região Metropolitana
  R. Padre Leonel Franca, 240 - Gávea - Rio de Janeiro, RJ            
<iframe id='palyer3' width="420" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/j5HWzRbn7d0" frameborder="0" allowfullscreen></iframe id='palyer3'>
A Fundação Planetário do Rio é um centro de pesquisa e divulgação da ciência Astronomia e de ciências afins. Popular e lúdico, o Planetário do Rio oferece aos seus visitantes cursos, exposições temporárias, exposição permanente com 56 experimentos interativos, sessões de cúpula, visitação guiada ao museu com monitores e observações do céu semanais. A Fundação Planetário, vinculada à Secretaria das Culturas da Prefeitura do Rio, está situada no bairro da Gávea, Zona Sul do Rio de Janeiro.
    Florestaventura, Região Metropolitana
  Largo da Barra Velha s/nº - Joá - Rio de Janeiro, RJ            
<iframe id='palyer4' width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/Oj-iwuhbE_8" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe id='palyer4'>
O Florestaventura, primeira empresa de Arvorismo no Rio de Janeiro, montou em 2002 os seus primeiros circuitos no bairro do Joá, em plena cidade, de fácil acesso,porem no meio de uma mata tropical extraordinária, proporcionando assim um verdadeiro clima de aventura.
Ele proporciona de forma lúdica, esportiva e didática, uma aproximação com o meio florestal, um contato com as árvores e com o meio ambiente.
O percurso entre as árvores é constituido de 2 circuitos num total de 36 obstáculos, feitos de troncos, pontes, passarelas, cordas de Tarzan, tirolesas, redes, túnel, cabos de aço, etc.
O Florestaventura permite crianças à partir de 6-7 anos de idade, com média de altura de 1,30m, bem como adultos sem limite de idade, peso ou altura.
Localizado na Zona Sul do Rio de Janeiro, Largo da Barra Velha (Barrinha), entre São Conrado e Largo da Barra, no encosto da Pedra da Gávea
    Centro Esportivo Miécimo da Silva, Região Metropolitana
  Rua Olinda Elis, 470 - Campo Grande - Rio de Janeiro, RJ            
<iframe id='palyer5' width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/lQOU3W9dOJQ" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe id='palyer5'>
Referência no município e um dos mais importantes do estado do Rio de Janeiro, tendo sediado diversas competições nacionais e internacionais, como a Copa do Mundo de Judô para Deficientes Visuais, em 2001; o Grand Prix de Atletismo, a Copa do Mundo de Natação e a Copa do Mundo de Ginástica, todos em 2004; e os Jogos Mundiais em cadeira de Rodas & Amputados, em setembro de 2005.
Ocupando uma área de 64 mil metros quadrados, o complexo tem capacidade para abrigar 3.835 espectadores no ginásio e 1.953 no estádio.
Entre outros destaques, possui um Ginásio Esportivo que leva o nome do grande jogador de basquetebol, Algodão, nascido em Campo Grande, e um dos maiores jogadores do esporte de todos os tempos no país, campeão mundial ao lado de outros grandes craques como Rosa Branca, Jatir e Wlamir Marques.
    Observatório Nacional, Região Metropolitana
  Rua Gal. José Cristino, 77 - São Cristóvão - Rio de Janeiro, RJ            
<iframe id='palyer6' width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/6A3ORQakZ_Y" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe id='palyer6'>
O Observatório Nacional foi criado oficialmente por D. Pedro I em 15 de outubro de 1827. Entre suas finalidades estava a orientação e estudos geográficos do território brasileiro e de ensino da navegação. Entretanto, segundo o Padre Serafim Leite, em 1730, os jesuítas instalaram um observatório no Morro do Castelo, na cidade do Rio de Janeiro.
O Observatório Nacional, atualmente, tem a missão de realizar pesquisa e desenvolvimento em Astronomia, Geofísica e Metrologia em Tempo e Freqüência, formar pesquisadores em seus cursos de pós-graduação, capacitar profissionais, coordenar projetos e atividades nacionais nestas áreas e gerar, manter e disseminar a Hora Legal Brasileira.
O site dedica dois links para o público infantil de conteúdo lúdico muito interessantes:
Brincando com a Ciência - Jogos Interativos, Quebra Cabeças Terra, Astronomia e Galáxias.
O Pequeno Cientista - Jogos com direito a impressão, Experiências, Curiosidades e o Vamos Colorir.
Bem produzida a revista eletrônica Café Orbital, destinada a adolescentes e futuros cientistas!
    Arquivo Nacional, Região Metropolitana
  Pça. da República, 173 - Rio de Janeiro - Rio de Janeiro, RJ             
<iframe id='palyer7' width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/H0qqelphix0" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe id='palyer7'>
O Arquivo Nacional, criado em 1838, é o órgão central do Sistema de Gestão de Documentos de Arquivos-SIGA, da administração pública federal. Integrante da estrutura básica da Casa Civil da Presidência da República, está diretamente subordinado à Secretaria-Executiva.
Tem por finalidade implementar e acompanhar a política nacional de arquivos, definida pelo Conselho Nacional de Arquivos - Conarq, por meio da gestão, do recolhimento, do tratamento técnico, da preservação e da divulgação do patrimônio documental do País, garantindo pleno acesso à informação, visando apoiar as decisões governamentais de caráter político-administrativo, o cidadão na defesa de seus direitos e de incentivar a produção de conhecimento científico e cultural.
    Forte de Copacabana, Região Metropolitana
  Praça Coronel Eugênio Franco, 01 - Copacabana - Rio de Janeiro, RJ
           
<iframe id='palyer8' title="Forte de Copacabana - YouTube video player" width="250" height="190" src="https://www.youtube.com/embed/tmNrshyUhFQ" frameborder="0" allowfullscreen></iframe id='palyer8'>
Construído em 1914, com o objetivo de reforçar a defesa da Baía de Guanabara, o Forte de Copacabana oferece aos seus visitantes muitas curiosidades e atrações. No Museu Histórico do Exército, fatos marcantes estão registrados através de exposições, exibições de vídeo, maquetes e, até, um setor interativo, original e bastante visitado pelos freqüentadores do Forte. Tudo com direito a uma vista panorâmica de um dos pontos mais belos de toda a nossa Costa. Crédito: acervo riotur.
    Trem do Corcovado, Região Metropolitana
  Rua Cosme Velho, 513 - Cosme Velho - Rio de Janeiro, RJ            
<iframe id='palyer9' width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/a5nVbTzopzA" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe id='palyer9'>
O Trem do Corcovado é uma linha férrea localizada na cidade do Rio de Janeiro. A linha começa em Cosme Velho e segue até o cume do Corcovado, a uma altitude de 710m. O cume é famoso pela estátua do Cristo Redentor e pela vistá aérea de várias praias do Rio de Janeiro.
A linha possui 3,8km de extensão e utiliza um sistema de tração elétrico. A linha foi inaugurada pelo imperador Dom Pedro II em 9 de Outubro de 1884. Inicialmente utilizava tração mecânica, sendo que o sistema de tração elétrico foi instalado em 1910, se tornando pioneiro no Brasil. Em 1980 a linha foi modernizada com a compra de trens da empresa SLM, sediada na cidade de Winterthur, Suíça.
A linha férrea do Corcovado é uma das poucas que ainda utilizam um sistema elétrico trifásico, possuindo, assim, dois cabos aéreos. A linha possui 4 trens, cada qual com dois vagões. O trajeto é completado em cerca de 20 minutos, sendo que um trem parte a cada meia hora, o que dá ao sistema uma capacidade de transporte de 360 passageiros por hora. Devido à capacidade limitada, o acesso à estação pode levar horas Source
    Fortaleza de São João, Região Metropolitana
  Av. João Luís Alves s/nº - URCA - Rio de Janeiro, RJ            
<iframe id='palyer10' width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/2-YYXjHDRws" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe id='palyer10'>
Em 1º de março de 1565, Estácio de Sá fundou, na Urca, entre os Morros Cara de Cão e Pão de Açúcar, a Cidade do Rio de Janeiro. Neste mesmo local foi erguida a Fortaleza de São João, constituída por três redutos (pequenos fortins também chamados de Baterias) e um grande Forte, o Forte São José, de 1578 – o terceiro forte mais antigo do país.
Depois de mais de cem anos, o Forte São José está sendo restaurado com apoio da lei Rouanet de Incentivo à Cultura. As duas primeiras fases da restauração foram patrocinadas pelo BNDES. Agora em sua terceira fase, o objetivo é fazer o restauro dos canhões do séc. XIX, e implantar projeto de iluminação para que o local possa ser visitado também à noite. A arquitetural original está sendo respeitada para que o carioca possa voltar no tempo.
A restauração do Forte São José será o ponto culminante de um grande complexo turístico-cultural dentro da Fortaleza de São João, que já está recebendo a visitação de escolas interessadas em mostrar aos seus alunos o palco de tantos momentos históricos importantes.
    Feira de Artes e Artesanato, Região Metropolitana
  Campo de São Bento - Icaraí - Niterói, RJ
           
<iframe id='palyer11' width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/PVvIjX85UBA" frameborder="0" allowfullscreen></iframe id='palyer11'>
Em 1977, junto a Feira de Livros que acontecia no Campo de São Bento, uma vasta área verde dentro da cidade, alguns artesãos e um artista plástico começaram a expor os seus trabalhos e obras de artes.
Com a transferência de outro grupo (artesãos e artistas plásticos) que faziam parte de uma feira, coordenada por órgão da prefeitura (entre 1983/1987, no centro da cidade), para essa área, começavam as atividades da Feira de Artesanatos do Campo de São Bento. Passando por tantas mudanças, hoje ela comporta, entre artesãos e artistas plásticos, 307 barracas e painéis. Com a criação da área de alimentação, foram acrescidas mais 40 barracas.
Essa feira é realizada aos sábados e domingos das 09:00 às 15:00 horas. http://www.feira-artesanato.com.br
    Praia de Copacabana, Região Metropolitana
   - Copacabana - Rio de Janeiro, RJ            
<iframe id='palyer12' title="Praia de Copacabana - YouTube video player" width="250" height="190" src="https://www.youtube.com/embed/cda3nXa1R6A" frameborder="0" allowfullscreen></iframe id='palyer12'>
Carinhosamente apelidada pela população de Princesinha do Mar, uma canção popular dos brasileiros João de Barro, o Braguinha, e Alberto Ribeiro, a praia de Copacabana localiza-se no bairro de mesmo nome, na zona Sul da cidade do Rio de Janeiro. Copacabana conta com bicicletário, ciclovia, quiosques, hotéis, bares e restaurantes, freqüentados tanto de dia como à noite. Além de dois Fortes Militares, um em cada extremidade da praia, com vistas panorâmicas, abertos à visitação.
Tamanho fascínio também se dá pelo belíssimo calçadão da Avenida Atlântica em pedras portuguesas brancas e pretas, que formam um lindo mosaico no formato de ondas, inspirado no calçadão de Lisboa e usado por Burle Max na praia. Possuem grande infraestrutura de hotéis e quiosques, que atrem turistas do mundo inteiro.
Palco da maior festa de Réveillon do planeta, com seus fogos mundialmente conhecidos, reúne mais de três milhões de pessoas. Suas areias também abrigam grandiosos eventos como os Jogos Pan-americanos do Rio 2007, campeonatos mundiais de futebol de areia e campeonatos mundiais de vôlei.
    Jardim Botânico, Região Metropolitana
  R. Jardim Botânico, 1008 - Jardim Botânico - Rio de Janeiro, RJ            
<iframe id='palyer13' width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/MV-hRHBKDMM" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe id='palyer13'>
O Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro é um dos mais importantes centros de pesquisa mundiais nas áreas de botânica e conservação da biodiversidade e é integrante da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (RBMA) e um de seus Postos Avançados. Considerado um santuário ecológico, o Jardim Botânico é um dos dez mais importantes do gênero no mundo. Além de abrigar as mais raras espécies de plantas da flora brasileira e de outros países, é uma ótima opção de lazer para crianças e adultos e um deleite para aqueles que querem contemplar a natureza.
    Parque Estadual da Pedra Branca, Região Metropolitana
  Estrada do Pau Fome, 4003 - Taquara - Rio de Janeiro, RJ
           
<iframe id='palyer14' width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/a6psshUOH40" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe id='palyer14'>
Quem pensa que a Floresta da Tijuca é a maior floresta urbana do mundo, pode estar enganado. Localizado na Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro, considerado um dos maiores parques urbanos do mundo e a maior floresta urbana do país, ocupando cerca de 10% da área total do município do Rio de Janeiro, o Parque Estadual da Pedra Branca possui cerca de 12.500 hectares de área coberta por vegetação típica da Mata Atlântica, como cedros, jacarandás, jequitibás e ipês, além de uma variada fauna, composta por jaguatiricas, preguiças-de-coleira, tamanduás-mirins, pacas, tatus e cotias.
O maciço circunda os bairros de Guaratiba a oeste, Bangu e Realengo ao norte, Jacarepaguá a leste, Barra da Tijuca a sudoeste e ao sul, Recreio dos Bandeirantes e Grumari ao sul e Campo Grande a noroeste e compreende o conjunto das seguintes serras: Valqueire, Viegas, Bangu, Barata, Lameirão, Engenho Velho, Rio Pequeno, Taquara, Pedra Branca, Quilombo, Santa Bárbara, Rio da Prata, Nogueira, Alto do Peri, Sacarrão, Geral de Guaratiba, Carapiá, Cabuçu e Grumari. Separa-se do Maciço de Gericinó pela Baixada Bangu - Realengo e do Maciço da Tijuca pela baixada de Jacarepaguá.
    Lagoa Rodrigo de Freitas, Região Metropolitana
  Av. Epitácio Pessoa e Av. Borges de Medeiros - Lagoa - Rio de Janeiro, RJ            
<iframe id='palyer15' width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/Dep2RHJftgQ" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe id='palyer15'>
Cercada pelos mais badalados bairros cariocas - Lagoa, Ipanema, Leblon, Gávea e Jardim Botânico -, emoldurada por montanhas e abraçada pelo Cristo Redentor, a Lagoa Rodrigo de Freitas impressiona pelo pôr-do-sol e o reflexo dourado em suas águas plácidas e silenciosas, tornando-se um grande ponto de encontro, tanto para os cariocas quanto para os visitantes. Unida ao mar pelo canal do Jardim de Alah, entre Ipanema e Leblon, sua orla abriga parques, quadras de esportes, rinque de patinação, heliporto, pista para caminhadas e corrida, ciclovia e um centro gastronômico distribuído por quiosques que oferecem de comida alemã a japonesa, além de música ao vivo a partir do anoitecer. Isso sem falar nos passeios de pedalinho que, nos domingos e feriados,
    Tempo Glauber Rocha, Região Metropolitana
  Rua Sorocaba, 190 - Botafogo - Rio de Janeiro, RJ            
<iframe id='palyer16' width="420" height="315" src="//www.youtube.com/embed/nuqXXZkvJBA" frameborder="0" allowfullscreen></iframe id='palyer16'>
Começou a realizar filmagens (seu filme Pátio, de 1959, é o primeiro curta-metragem da Bahia) , ao mesmo tempo em que ingressou na Faculdade de Direito da Bahia (hoje um dos cursos da Universidade Federal da Bahia), entre 1959 a 1961), que logo abandonou para iniciar uma breve carreira jornalística, em que o foco era sempre sua paixão pelo cinema. Da faculdade foi o seu namoro e casamento com uma colega, Helena Ignez.
Sempre controvertido, escreveu e pensou cinema. Queria uma arte engajada ao pensamento e pregava uma nova estética, uma revisão crítica da realidade. Era visto pela ditadura militar que se instalou no país, em 1964, como um elemento subversivo.
Em 1971, com a radicalização do regime, Glauber partiu para o exílio, de onde nunca retornou totalmente. Fonte
    Radical Parque Búzios, Região dos Lagos
   - Centro - Búzios, RJ           
Kart, paintball, kids off road.